25 de abril de 2009

218.

Janela

5 comentários:

Marisa Caetano disse...

Gosto destas marcas do tempo :)

Pedrasnuas disse...

RELÍQUIAS...QUE FICAM ...QUE A MÁQUINA E AS MÃOS SABEM PERPETUAR...UMA JANELA SEMPRE ABERTA...O MISTÉRIO DESTE E DO LADO DE LÁ...UMA MÚSICA CONTAGIANTE...DÁ VONTADE DE SONHAR.

É UM PRAZER VIR CÁ...OBRIGADA

Anónimo disse...

ADOREI, SALIENTO O CONTRASTE DAS CORES, O VERDE E O CASTANHO, SUBLIME...
1 ABRAÇO

clic disse...

Janela - um olhar para o mundo, de cabelos compridos, ligeiramente desalinhados... :)

Su Chua Phin 徐蔡斌 disse...

Like an oil painting ...

Greetings :)